Este lugar vai ser o seu companheiro na divisão de Mambos e Problemas. Makas também são aceitaveis. Todo e qualquer problema poderá encontrar alívio aqui. Envie toda a sua carga para aqui. Não se iniba. Divida connosco o que o(a) apoquenta.

AngoProblemas

PROBLEMAS DE SAÚDE

 

 O Sedutor e a Bela 

PROBLEMAS EM CASA

PROBLEMAS NO TRABALHO

PROBLEMAS NA COMUNIDADE

PROBLEMAS COM AS AUTORIDADES

PROBLEMAS DE SAÚDE

PROBLEMAS NA ESCOLA

PROBLEMAS PESSOAIS

PROBLEMAS POLÍTICOS

PROBLEMAS INTÍMOS

PROBLEMAS ENTRE NAMORADOS

PROBLEMAS PEQUENOS

PROBLEMAS DE GRANDE DIMENSAO

PROBLEMAS COM VIZINHOS

APENAS PROBLEMAS

OUTROS PROBLEMAS

 

 

 

Fim do ano em Luanda. A vida tornava-se mais alegre. O clima festivo estava no ar. Zungueiras vendendo, lojas ficando bonitas com as decoraçoes natalicias, cabazes nas empresas   e todo mundo mais alegre com férias escolares, trabalho mais relaxado e muita festa no horizonte. Quase todos celebravam de uma forma ou de outra. As festas do réveillon,  os pagamentos extra do 13th ano, as promoçoes, enfim cada um procurava tornar o final de ano um momento para acrediatar que o ano valeu a pena e que foi vivido para tornar a vida no seu todo melhor.  

Samuel homem jovem, de vinte e oito anos, fazia uso pleno de sua juventude. Amante incondicional do gym praticava culturismo visando aumentar a massa muscular para impressionar  miúdas avidas de homens dispostos  e mais velhas cansadas de maridos bebedos e de barriga de cerveja. Luanda era uma cidade cheia de vícios e muita diversao e Samuel sentia-se bem nela. Trabalhava numa seguradora e era solteiro, com dinheiro no bolso para queimar nas noitadas sem fim, seja na ilha de Luanda ou no centro da cidade. Nao era homem de olhar a meios para atingir os seus fins e ambiçoes. Gastou uma fortuna comprando um carro topo da gama, usava fatos vistosos comprados na Marks & Spencer aproveitando as constantes viagens de amigos que trabalhavam numa oil & gas britânica que opera em Angola.

Sexual Problems

 

Nao tinha só uma namorada. Tinha algumas. Fazia questao de seleciona-las a dedo. Uma alta, uma baixinha, uma mais cheinha e outra mais velha do que ele alguns bons anos. Aos kambas dizia que gostava do corpo de todas. Queira e gostava de diversificar. A elas mentia, que era uma coisa louca. Inventava viagens mentirosas quando queria passar mais tempo como uma e quanto prentedia evitar outra por algum tempo. Tinha um suprimento enorme de viagra em casa e usava-os indiscriminadamente sem consultar um medico. Os amigos o viam com um especíe de heroi a quem eles gostariam de imitar. Muitas mocinhas no local de trabalho e na vizinhança viam nele o namorado ideal. Jovem, charmoso, mascúlo, elegante e com uma vida que parecia próspera.

No entanto Samuel como qualquer outro mortal, também tinha sentimentos. 6 meses antes numa viagem a Portugal conheceu no aviao Marita Persie. Pela primeira vez na vida adulta sentiu um grande aperto no coraçao ao encontrar-se com uma mulher. Estavam na sala de embarque do aeroporto 4 de Fevereiro.  Marita era muito linda. No entanto nao pareceu nada interessada em Samuel. Este aproximando-se comprimentou-a. ela acenou com a cabeça ligeiramente e continuou a ler o livro que tinha nas maos. Samuel como criança que encontrou seu brinquedo favorito, espalhou-se todo. Procurou meter conversa com a moça. Foi ignorado. Dentro do aviao, pediu que a aeromoça trocasse o seu lugar com outro passageiro para poder sentar-se junto dela. Foi rejeitado. Ao chegarem ao aeroporto de Lisboa ainda procurou contacto, mas Marita ciente de suas intencoes, evitou-o e tomando um taxi desapareceu.

Samuel nao queria acreditar que estava apaixonado por uma estranha. Ele o grande paquerador, o irressistível tinha sido redondamente rejeitado. Pensou naquela estranha por vários dias. Mas como longe da vista, longe do coraçao, aos poucos a imagem da bela senhora começou a desaparecer de sua mente e coraçao.

Aquele fim de ano de 2011 foi uma loucura na vida de Samuel. Conheceu muita garota linda. Estas rodeavam-no como abelhas a volta de mel. Ele procurava agradar a todas. Sua politica de que tudo que mexe é algo, foi posta em prática como nunca naquele periodo de tempo. Passava a vida de festa em festa. Namorou. Bebeu litros de bebidas que nao eram água nem sumos.

Viveu a grande e a francesa. No final da quadra festiva estava estafado. Num dia de Janeiro aos sair do trabalho recebeu um telefonema de seu director. “ Samuel, preciso que me vás representar na reuniao com um cliente importante. Estou adoentado e esta reuniao vai difinir coisas muito boas para a nossa empresa, Ao lá chegares pede para falar com a senhora Miranda. Ela é directora de marketing e filha do dono da empresa.” Contrariado, mas sem demonstrar-lo ao chefe, pegou no carro e dirigiu-se  as Torres do Carmoso onde a empresa tinha seus escritórios. Ao ser apresentado a directora, seus pés quase se transformaram em jelly. Era Marita Persie Miranda. Ela sorrindo disse-lhe: “  Como a vida nos prega partidas, nao é ? entao sempre conseguiu encontrar-me !”. Agradeceu no coraçao ao seu chefe pela bendita missao.

Voltou a ver Marita muitas vezes. Ofereceu-se para resolver todos assuntos ligados as duas empresas. Mudou seu estilo de vida. Começou a respeitar as mulheres. Deixou todas as namoradas. Derramou todo seu amor perante ela. Escreveu cartas, poemas para ela. Passaram-se vários meses até que finalmente um dia Marita convencida de seu amor por ela, disse que sim. Samuel nao conseguia acreditar no que ouvia. Marita seria finalmente sua. Tinha certeza de que a faria feliz. Seriam muito felizes. Acreditava ser outro homem e este novo Samuel estava disposto a segurar com duas maos o amor de sua vida.

Marita no entanto deu um sim condicional. Pediu que Samuel fosse com ela fazer testes para saber da condicao de saúde de ambos. Samuel nao teve problemas. Foram para uma clinica de renome e foi aí que o mundo de Samuel desabou. Os resultados de Marita estavam OK. Os the Samuel indicavam que tinha o HIV Sida.

Pôs as maos na cabeça. O passado viera para assombrar sua vida.

Marita teve muita pena, mas contou a Samuel que se o contagio dele tivesse sido  causado por algo de que ele nao fosse culpado, nao teria problemas em ficar com ele, tomando as devidas precauçoes, mas como fora devido a um estilo de vida devasso, ela preferia nao juntar sua vida a alguém que dicidira, desgraçar a sua vida voluntáriamente.

 

Resultado:

Samuel viveu intensamente sua vida sem pensar nas consequências de suas acçoes. No entanto nao se deixando abater dirigiu-se ao Instituto Nacional de Luta contra o Sida (INLS) e obteve pronta ajuda. Pode hoje ainda vê-lo por ai, levando uma vida normal, mas muito mais regrada.

Sugestoes:

·         Viva a vida, mas com regras, com responsabilidade

·         Respeite a sexo oposto

·         Respeite o sentimento das pessoas

·         Beleza fisíca é uma dádiva, use-a bem

·         Para quem tem o Aids saiba que há ajuda a disposiçao. Nao precisa lutar sozinho, muitas maos amigas estao ai para ajudar.

·         Ter Sida nao representa o fim da vida, representa apenas uma vida com mais responsabilidades.

·       Existe em Angola um organismo que pode ajuda-lo(a). Caso necessitar tal ajuda, corra para la prontamente: INLS. Visite o website deste importante  organismo aqui : INLS